Estêvão Queiroga

Na profundidade de sua voz, seu violão e sua poesia, Estêvão Queiroga apresenta músicas cheias de personalidade e carregadas de emoção. Seu álbum de estreia, Diálogo Número Um, foi lançado em julho de 2016 pela Sony Music sob o selo LG7, do cantor Leonardo Gonçalves (também do cast da Sony), e já no lançamento alcançou o primeiro lugar de vendas no iTunes Brasil.

Assinado por Samuel Silva, que dividiu os arranjos com o próprio Estêvão, o disco levou aproximadamente seis anos para ser produzido. As peculiaridades da produção vão de detalhes singelos, como participação especial de sua avó, à sonoridade arrebatadora das cordas, gravadas na República Tcheca. A masterização ficou por conta do renomado Metropolis Studios, em Londres.

Seu repertório e arranjos fogem dos clichês poéticos e musicais para traduzir suas experiências em canções que falam sobre amor, sofrimento, esperança e fé, narrando sua própria trajetória e percepção de mundo. Num nítido caso onde a obra é indissociável do artista, Estêvão consegue ser autobiográfico e ao mesmo tempo universal. Ao longo das 12 faixas do disco, ele conta uma história e constrói um diálogo, levando o ouvinte a se encontrar nas canções, ora densas e contundentes, ora guiadas por leveza e despretensão.

História

Nascido na Paraíba, criado no Amazonas, tendo passado pelo Rio de Janeiro e hoje radicado em São Paulo, Estêvão é autodidata e soma influências musicais tão diversas quanto os lugares onde já viveu. Sua MPB de alma nordestina se funde com naturalidade a gêneros como folk, pop e jazz, numa mistura autenticamente brasileira e contemporânea.

Reforçando o caráter pessoal de sua arte, o primeiro clipe lançado pelo artista, A Partida e o Norte, foi gravado no meio da floresta amazônica, sobre as águas do rio que passa em frente ao sítio de sua família. E são justamente seus pais, irmãos, esposa e filhos, que protagonizam o vídeo ao seu lado. Abrindo caminho para o álbum, o single ficou entre as faixas mais virais do Spotify e o clipe também ficou no topo do iTunes Brasil.

Além de músico, ao longo da última década ele construiu uma bem-sucedida carreira como publicitário, tendo ganhado prêmios nacionais e internacionais de criatividade. Inquieto, ele tem viajado pelo Brasil para divulgar seu trabalho musical e ainda encontra tempo para se envolver criativamente em projetos que vão de games e tecnologia a conteúdo para a TV.

Estêvão tem mais três clipes em produção e planeja lançá-los ao longo dos próximos meses. Sem nunca parar de compor, ele já faz planos para o próximo disco. Que não venha só daqui a seis anos.